Olá, como podemos te ajudar?
(11) 94294-2192      contato@genyomalhas.com.br                               VENDAS ACIMA 5 KG POR COR

Como ficam os eventos no setor têxtil pós-pandemia?

Genyo Malhas fala sobre os eventos no setor têxtil pós-Covid-19

A quarentena e o isolamento social estão prestes a fazer um ano aqui no Brasil e ainda não sabemos como nos planejar corretamente para o pós-pandemia. O mesmo ocorre com o setor de eventos, que é o setor que mais sofre nesse período. Como o isolamento social foi uma das medidas para conter aglomeração de pessoas e evitar a proliferação da doença, festas, casamentos, reuniões e shows foram as primeiras atividades a enfrentar proibições Brasil e uma das últimas a voltar. O isolamento social, que é o principal método para prevenir o contágio do coronavírus, tem um forte efeito colateral: a economia. Ao fechar, parcial ou totalmente, comércios, serviços e outros ambientes públicos, acabou engolindo todo tipo de turismo, inclusive o de negócios.

Um levantamento feito pelo Sebrae, em abril, mostra que a pandemia do Coronavírus afetou 98% do setor de eventos.

Sabemos que os eventos em negócios são importantíssimos para ficarmos bem-informados sobre o que acontece no setor ––no nosso caso, o têxtil ––, onde encontramos e descobrimos fornecedores, novidades em produtos, tecnologia etc. É por isso que nos perguntamos: como serão os eventos no setor no pós-pandemia?

Protocolos para a retomada dos eventos

Como não há um mal que perdure, é indispensável manter a operação viva para atravessar esta fase e, ao mesmo tempo, planejar a retomada. Atualmente, há protocolos feitos em parceria com entidades como Sebrae e Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC) para uma retomada segura e com menos aglomeração, focando no digital. O futuro dos eventos, assim como todos os setores, passa por uma transformação digital também, muito além do que uma mera construção de protocolos e ações direcionadas.

Cada organizador ou empresa de eventos terá de pensar se vale a pena arriscar fazer um evento presencial caro, com poucas pessoas e limitado na interação ou se é mais interessante investir em um evento online que pode alcançar até mais de mil pessoas, mas com um custo reduzido.

Eventos híbridos ganharão força e público

Os eventos pós-pandemia serão híbridos. A experiência dos eventos terá mais destaque e será muito mais que colocar o crachá e fazer check-in na entrada do evento ou clicar no link e assistir o evento em vídeo enquanto trabalha em sua mesa de trabalho. Agregar valor à experiência dos eventos é trazer algo a mais para os participantes.

Como não há regras para um evento de sucesso no pós-pandemia, é preciso fazer, testar e ajustar. Além disso, utilizar recursos que já são positivos atualmente, como trabalhar a interação dos participantes, sejam eles inscritos ou palestrantes e não ter medo de arriscar e fazer algo diferente.

O futuro dos eventos já começou com esta pandemia e a cada ação que você toma e a cada evento que você participa e percebe o que está dando certo ou não, aperfeiçoando e ajustando quando necessário.

Os eventos presenciais também têm previsão de crescimento, apesar da opção digital, já que essas apresentações promovem encontros agradáveis que estão fazendo falta para as pessoas. O ano de 2021 promete ser o melhor ano do mercado, pois além das conferências presenciais que irão ocorrer, as versões online também continuarão acontecendo.

Os eventos regionais serão mais valorizados

Assim que o turismo de negócios retornar, ele será crescente na medida que os organizadores puderem mostrar que esta atividade é segura, onde todos os cuidados foram tomados para que os turistas possam ter a melhor experiência combinada com a máxima segurança sanitária.

O planejamento da retomada de eventos deve considerar que, inicialmente, o turismo será rodoviário e não aéreo. Como estão nossas estradas, acessos, sinalização? E por conta disso terá um caráter mais regional. Provavelmente o fluxo de pessoas que irão nos eventos serão pessoas de cidades vizinhas.

Aposta-se muito que a colaboração de toda a cadeia poderá ser o elo de diferenciação que se faz necessário neste momento de dificuldades, reduzindo o tempo da retomada, criando soluções antes não imaginadas só possíveis quando se usa a Inteligência coletiva, em nome de uma causa compartilhada.

Apesar de este momento ser o pior da pandemia, não podemos perder de vista que este período de pandemia vai acabar e cabe a nós criá-lo, com as condições que temos, com as informações que dispomos e os recursos que nos restam.


Agora que você já sabe como será o futuro do setor de eventos no setor têxtil, prepare-se para chegar no futuro antes da sua concorrência e gerencie seu estoque de tecidos com a gente! Entre em contato conosco por WhatsApp para não perder nenhuma venda por falta de material.

Fontes: Revista Eventos e Febratex Group.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

You may use these <abbr title="HyperText Markup Language">HTML</abbr> tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

EnglishPortugueseSpanish