5 de setembro de 2019
Compartilhe

E qual será o futuro da indústria da moda? Pode-se dizer certamente que o setor têxtil influenciou e muito a  Revolução Industrial do século XVIII e sempre esteve na vanguarda do uso da tecnologia.

Além disso, o comportamento dos consumidores também foi transformado e influenciado pela tecnologia e pelo mercado digital. Com isso, neste post abordaremos as inovações que estão revolucionando o setor. São diversas inovações, mas aqui falaremos sobre 3 delas. São elas: a inteligência artificial, a revolução da internet e os novos tecidos.

Inteligência artificial

A Inteligência Artificial inova, e inovará cada vez mais quase todo o processo produtivo, ou seja, desde a produção do tecido até no controle de qualidade.

Espera-se que com a inteligência artificial, a produção de tecidos tradicional fique reduzida. A tecnologia de impressão 3D revolucionará também o setor têxtil, pois será capaz de criar qualquer tipo de tecido, com qualquer material.

Por conta da impressão 3D, o setor da fiação também será impactado, pois será possível criar fios com seda, algodão, poliéster, entre outros. Acredita-se, inclusive, que a  impressão 3D trará novas possibilidades.

A vantagem da impressão 3D na tecelagem será a de redução dos defeitos e mais agilidade na cadeia produtiva, afinal máquinas não precisam fazer intervalos e a produção pode durar 24 horas por dia.

O controle de qualidade manual ainda é um processo demorado e demanda muita atenção e tempo. Transformar esse processo com a ajuda da inteligência artificial será altamente produtivo, assim que isso for possível.

Portanto, com a Inteligência Artificial será possível economizar recursos e poupar tempo.

Revolução da internet

A Internet é uma companheira da Inteligência Artificial. Assim, sua empresa poderá instalar uma série de sensores para avaliar as atividades.

Um exemplo disso, é que, atualmente, as fábricas fazem testes de cores para saber se existe diferença entre a amostra inicial e o produto final. Ou seja, para ver se o cliente aceita ou não. A tendência é que as análises matemáticas através da tecnologia serão mais complexas, e será possível verificar a correspondência das cores, além de realizar testes de tolerância mais precisos.

Além disso, o comportamento dos consumidores de moda mudou conforme as tecnologias digitais e sociais transformaram a forma de realizar compras. Hoje o consumidor não apenas compra, mas sim, identifica tendências e, especialmente, as compartilha.

Novos tecidos

Diversas empresas estão fazendo esforços para desenvolver novos materiais têxteis com propriedades inovadoras. E assim, teremos em breve tecidos que mudam de cor (ainda em protótipo). Designers estão trabalhando formas de introduzir LEDs microscópicos e tintas virtuais em roupas e acessórios.

Os consumidores estão cada vez mais envolvidos em causas sociais e ambientais. Assim, atualmente, a escolha da roupa é um ato político. Portanto, tecidos sustentáveis, estão nos radares de todos. Entende-se por tecido sustentável tudo aquilo que é produzido a partir de materiais que seriam jogados no lixo, como por exemplo, através de garrafa PET.

Graças à inovação tecnológica, a combinação destas fibras de poliéster – feitas a partir de PET – com as de algodão permite a criação de uma malha com a resistência, durabilidade e solidez. Agregando a essa peça de vestuário, um incalculável valor, social e ecológico.

Percebeu-se, através desse texto, que o futuro da indústria da moda envolve a questão da tecnologia e também das novas exigências do consumidor que cada vez mais percebe a moda como algo político e prioriza produtos sustentáveis. Assim, para se consolidar no mercado as empresas deverão estar muito atentas a essas 2 questões.

E para saber mais sobre as 5 tendências do setor da moda brasileira, clique aqui.

Fonte: https://fcem.com.br/noticias/futuro-da-industria-da-moda-o-que-esperar-e-como-acompanhar/#.XR437-tKjZ4

Compartilhe
  • Tags:

Ultimos posts

10 de setembro de 2019

A importância da gestão estratégica no setor têxtil

5 de setembro de 2019

O futuro da indústria da moda

3 de setembro de 2019

As 5 tendências do setor da moda brasileira

27 de agosto de 2019

Os 4 principais segmentos têxteis brasileiros